Formas e Benefícios da Meditação

Jonas Yakamura - Mente em Transição
A meditação é o método mais antigo para tranquilizar a mente e relaxar o corpo. A meditação é, em essência, o treinamento sistemático da atenção. Ela tem como objetivo desenvolver a capacidade de concentração e enriquecer nossa percepção.

Talvez o principal efeito da meditação seja proporcionar ao seu corpo um repouso profundo, enquanto sua mente se mantém alerta. Isto faz baixar a pressão sanguínea e diminuir o ritmo do coração, ajudando seu corpo a se recuperar do estresse.

Muitos médicos usam a meditação como parte do tratamento de distúrbios como a hipertensão, dores de cabeça, dores nas costas, problemas de ansiedade, e para controlar ou diminuir dores crônicas.

O repouso profundo propiciado pela meditação traz outro benefício: ele reforça o sistema imunológico que é a defesa do seu organismo contra bactérias, vírus e câncer.

Talvez o efeito mais importante da meditação seja a paz interior, um refúgio onde você pode escapar da turbulência do seu dia-a-dia. O hábito de meditar diariamente vai lhe ajudar a desligar-se do estresse e trará calma e energia para você enfrentar melhor os desafios que vêm pela frente.

Há vários tipos de meditação e você confere logo abaixo quatro deles. Experimente cada um durante algumas semanas, até descobrir qual prefere. Escolha aquele ou aqueles com que você se sentir melhor e use-os cada vez que meditar.

Depois que aprender estes métodos, você pode usá-los sempre que precisar. Para obter o maior benefício possível, tente praticar diariamente por 10 ou 15 minutos no mínimo, mas se você não conseguir praticar todos os dias, faça quando puder, é melhor do que não fazer.

Sente-se ao menos por 10 minutos de cada vez, pode também ir aumentando por 15 minutos ou mais. Decida antes de começar por quanto tempo você quer meditar, ligue o alarme do despertador no momento que decidir acabar, assim, você não sentirá a tentação de levantar- se no meio da meditação para fazer alguma coisa que lhe parecer urgente. Esta necessidade de interromper a meditação para fazer outra coisa, aparece sempre. Resista a ela.

4 tipos Básicos de Meditação

1 - A primeira meditação é concentrada na respiração;
2 - A segunda se examina atentamente as sensações presentes no corpo todo;
3 - Na terceira meditação, você vai se concentrar nos pensamentos da sua mente;
4 - Esta última é meditação que se faz caminhando;

As Características das Meditações

Meditar respirando: Na meditação da respiração, ela treina a atenção e fortalece o poder de concentração. Enquanto estiver meditando, você vai perceber que muitos pensamentos invadem sua mente e perturbam sua concentração, mas não se importante, nem se julgue, isso muito natural e acontece com todas as pessoas. Lembre-se que o principal objetivo da meditação é fortalecer o que nós chamamos de músculo da atenção; cada vez que sua mente se afasta da sua respiração e você traz ela de volta é como estivesse fazendo um exercício para fortalecer o músculo, quanto mais você o exercitar, mais forte ele fica.

A meditação da respiração é uma das mais simples e das mais usadas, nós a encontramos em quase todas as antigas tradições espirituais. Buda usava esta meditação, tal como os adeptos da escola Zen faz hoje em dia.

Em qualquer uma das meditações, procure um lugar silencioso onde ninguém possa lhe perturbar, peça para alguém atender a companhia ou tomar conta das crianças e ligue a secretaria eletrônica. Crie um tempo e um lugar que seja só seus.

Meditar relaxando o Corpo: Um instrumento poderoso para promover o relaxamento, soltando e suavizando os músculos.

Meditar concentrando: Uma técnica que enriquece a percepção, fazendo descobrir os mecanismos e processos de nossa mente.

Meditar caminhando: Um antigo método especialmente útil para quem tem dificuldade em manter-se imóvel ou em se concentrar enquanto medita.

Adaptado do livro de “Daniel Goleman

Por Jonas Souza


Gostou? Compartilhe!