• Toda nossa essencia está em nossa mente
  • Você pode ter tudo, o mundo está em suas mãos
  • Dê tchau aos seus problemas
  • Tudo depende de você acreditar
  • Peça, Acredite e Visualize
  • O Poder Está em Você
  • O que aconteça, tente!

Jonas Yakamura - Mente em Transição
O que Einstein descobriu e o que aquela famosa equação E = mc2 significa é que massa e energia são basicamente duas formas da mesma coisa. A energia é matéria liberada, e matéria é energia esperando para acontecer.

Existe uma imensa quantidade de energia — uma absurdamente imensa quantidade de energia — aprisionada em tudo o que vive. Você, considerando que seja um ser humano de estatura mediana, contém nada menos que 7xO18 joules de energia potencial.


Isso pode não significar muita coisa para você agora, mas posso lhe dar uma ideia melhor. Se você fosse um pouquinho mais habilidoso e soubesse como liberar essa energia, poderia usá-la para explodir a si mesmo com a força de trinta bombas atômicas.

Em outras palavras, a matéria do mundo não é nada mais do que padrões de energia densa.
Os cientistas colocaram todas essas partículas subatômicas num acelerador de partículas, as fizeram colidir e, no fim, descobriram que não existe partícula nenhuma na origem. É tudo energia pura liberada, vibrando tão rápido que desafia qualquer tipo de medida e observação. Então, apesar do que parece a olho nu, você é energia.

Na verdade, nada no mundo é sólido de verdade. Nem você, nem a cadeira em que está sentado.
Se formos quebrando o mundo sólido até chegarmos aos elementos mínimos que o compõem, vamos encontrar partículas dançando e espaço vazio, O que vemos apenas parece sólido porque a energia está vibrando um pouco mais devagar que a velocidade da luz.

Continuar lendo »

Jonas Yakamura - Mente em Transição
Um dia eu não existia e Deus pensou em mim e resolveu que eu era uma pessoa muito importante, por isso eu devia existir.

A partir deste momento, eu nasci do Espírito Criador de Deus, como manifestação do seu amor.
Meu espírito procede do Espírito de Deus e, por isso, Deus está dentro de mim, me ama, me guia e vela por mim.
Isso é maravilhoso.
Deus é amor infinito, por isso eu tenho amor dentro de mim;


Deus é poder infinito, por isso eu tenho poder dentro de mim;
Deus é perfeição infinita, por isso tenho a saúde e a força curadora de Deus que me recupera a saúde;
Deus é a suprema felicidade, por isso eu tenho a felicidade dentro de mim.

Nada mais me perturba ninguém mais pode me prejudicar, porque eu e Deus somos UM.

Não tenho mais medo da doença, nem da velhice, nem de ficar abandonada/o, nem da morte, nem da incompreensão, porque eu e Deus somos UM.

Sei que Deus está em mim e atende com carinho e amor a todos os meus desejos; isso me deixa em paz e tranquila/o.

Perdoo a mim pelos erros e pensamentos negativos; perdoo aos outros e sou perdoada/o por Deus.
Sei que Deus sempre perdoa e nunca castiga ninguém, porque ele é o supremo amor e a suprema misericórdia; é a gente que se castiga a si mesmo, quando as coisas não vão bem ou quando não se pensa positivamente e não se confia em Deus, porque isso gera angústia e as angústias e medos geram os males físicos e mentais.

Agora eu aprendi a confiar em Deus e em mim, porque Deus está em mim.
Sou, então, uma pessoa alegre, saudável, segura, agradável, cheia/o de bondade e boa vontade.
Amo meu marido (esposa), amo meus filhos, amo a família deles e os coloco nas mãos e na proteção de Deus. Eles me amam e nós formamos uma família unida, que se quer bem.

Continuar lendo »

Jonas Yakamura - Mente em Transição
O doutor Jule Eisenbud (1908–1999) que foi membro da
Sociedade de Psicanálise de Nova York a da Associação Americana de Psicanálise e presidente da Sociedade Psicanalítica de Denver em seus 40 anos de prática da psicanálise, o norte americano verificou que muitas manifestações da mente humana não podem ser compreendidas dentro dos estreitos limites impostos pela ciência oficial. Em seu livro Psi and Psychoanalysis, ele abordou temas que causaram polêmica nos Estados Unidos. Neste artigo, ele fala sobre suas experiências com sugestão mental à distância.


O poder de uma pessoa influenciar os pensamentos e as ações de outra pessoa, à distância, é provavelmente um dos fenômenos que mais intrigam o homem. Os primitivos não o discutiam nem o contestavam e o empregavam como elemento indispensável em suas práticas de magia e bruxaria.
O homem moderno, porém, dominado, quase oprimido, pelas leis da causalidade e pela supremacia e prestigio que a ciência adquiriu nos últimos séculos, quase abandonou a procura de uma resposta para essa capacidade de influenciar outras mentes.

Por que a possibilidade da sugestão à distância, descoberta e redescoberta muitas vezes, parece nunca ter recebido o devido reconhecimento no arsenal conceitual da pesquisa psíquica?
Os estudos que Janet, Richet a outros realizaram no fim do século 19 sobre sonambulismo à distância foram interrompidos sem que se levassem em consideração as possíveis implicações de tão mal exploradas descobertas.

Também os pesquisadores soviéticos cujo porta voz principal, o falecido L. L. Vasilec, descreveu experiências bem documentadas à distância de 1.700 km parecem não ter avaliado corretamente a importância dos dados que obtiveram para a ciência do comportamento humano. Na verdade, a pesquisa sobre o assunto nunca mereceu um registro permanente e digno de crédito.

Como acho o assunto de importância capital, contarei aqui a minha experiência.

Há 25 anos, quando passava as férias de verão numa cidade a cerca de 150 quilômetros de Nova York, onde clinicava na época, fiquei muito interessado em um trabalho que li sobre sugestão à distância, e resolvi tentar a experiência.

Escolhi um de meus pacientes que tratava por meio da hipnose, um motorista de caminhão chamado Harry, que julguei estar em Nova York na ocasião. Concentrei-me por alguns minutos, sugerindo-lhe que me desse um telefonema interurbano   coisa que seria bastante extraordinária, se acontecesse.

Depois de fazer minha oração, pois foi isso que fiz ocorreu me que o eventual telefonema de Harry não só seria extraordinário, como também impossível, uma vez que a casa onde me encontrava não tinha telefone.

Continuar lendo »

Jonas Yakamura - Mente em Transição
O que é a mente subconsciente? O que a mente subconsciente faz? Sua mente subconsciente é o vídeo final, voz e gravador de pensamento. A partir desta vida e, antes, a sua mente subconsciente gravou tudo o que você viu, ouviu, pensou ou experimentou.

Então, por que você não ouviu falar mais sobre a mente subconsciente? Até este ponto, os cientistas e os neurocientista têm sido incapazes de explicar o que a cerca de 90% de seu cérebro usa faz.


Você pode chamá-lo de seu Eu Superior, Deus Mente, Consciente de Cristo, ou o Sobrenatural seja qual nome você desejar atribuir a ela.
O palavra subconsciente é facilmente quebrado.  Sub significa abaixo e consciente consciência meios, de modo subconsciente simplesmente significa que está abaixo, a sua consciência, ou, o que o seu não está ciente.

Você está ciente de seu coração a cada segundo do dia? E a sua respiração? Quantas vezes você já piscou os olhos hoje? Você conscientemente digere a comida? A maioria de nós nem sequer mastiga os alimentos de forma consciente. Esta é uma ação subconsciente.

Você já foi dirigindo na estrada e ficou tão perdido em seus pensamentos ouvindo alguma música que não conseguia sequer lembrar do sinal, o quão rápido você estava dirigindo, ou o fato de que outros motoristas formam em torno de você? Isso é porque sua mente estava pensando conscientemente ou ouvindo a música e que todos ou a maioria de sua energia estava voltada para a música e você estava subconscientemente em condução (dirigindo), isto é, tudo o que estava fazendo, estava de forma automática, enquanto dirigia, sua mente focava em pensamentos aleatórios, na letra da música e assim por diante.

Isto significa que você estivesse dirigindo apenas por retenção da sua mente e execução da capacidade de manobra de um veículo, você não conseguiria fazer nem 20% destas coisas. É por isso que os jovens são orientados a "prestar atenção à estrada". Clichês também são uma forma de programação subconsciente.

Continuar lendo »

Jonas Yakamura - Mente em Transição
A depressão é algo sério, considerado o maior grau no mundo, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), até 2020, a depressão será a segunda causa de morte mundial por doença, ficando apenas atrás das doenças cardíacas. No artigo “Tristeza ou Depressão?” Citamos quais são as diferenças entre estes dois termos, mas somente quem viveu ou vive esta situação sabe como é difícil e principalmente, doloroso para si próprio, pois algo que parece tão simples, se torna complexo, como se carregasse um enorme peso em suas costas.


Na matéria abaixo, confira uma história ilustrando a depressão na versão de uma mesa, lembre-se: esta mesa pode ser alguém que você conheça ou simplesmente você, e para quaisquer casos, você PODE SER RENOVADA!

Uma Mesa Nova
Autor desconhecido

Eu era uma mesa novinha. Bonita. Feita pelas mãos do melhor carpinteiro do mundo.
Fui entalhada com amor, com matéria prima de qualidade. Nasci forte.

Meus detalhes foram esculpidos com sentimento, com o carinho das mãos do meu pai.
Não há outra mesa como eu em toda Terra.

Participei de bons momentos. Ajudei muito.
Estive presente nos tempos de alegria e nos tempos de dificuldade.
Sempre firme, segurando tudo e a todos.

Jamais rejeitei uma carga, mesmo que estivesse acima da minha capacidade.
Quanto significado tive na vida dos que me rodeiam!


Continuar lendo »

Jonas Yakamura
Você provavelmente nunca ouviu falar de Peter e Eileen Caddy. E o nome Findhorn lhe diz alguma coisa? Não?! Não tem problema. Na década de 1960, apareceu nos noticiários e programas de televisão a história de uma plantação na Escócia que tinha produzido repolhos tão grandes, mas tão grandes, que poderiam quebrar a suspensão de um caminhão. Bem, Peter e Eileen Caddy eram os responsáveis por aqueles repolhos de quase vinte quilos (não se esqueça de que um repolho comum não chega nem a dois quilos) e eles fizeram isso focando a atenção e os pensamentos deles numa verdade maior.


Naquela época, as coisas não estavam nada fáceis para os Caddy. Quando Peter, Eileen, os três filhos deles e uma amiga, que também já realizava buscas espirituais, se mudaram para um trailer numa península fustigada pelo vento, que se projetava no mar do Norte, a terra ali poderia ser descrita como completamente morta e sem recursos. Ninguém em seu juízo perfeito escolheria aquele lugar para fazer um jardim, quanto mais uma plantação. O solo — se é que se podia chamá-lo assim — era apenas pedra e areia; os ventos eram capazes de levar uma criança pelos ares, e o “lar doce lar” deles ficava imprensado entre um depósito de lixo e uma garagem destruída.

Mas, focando numa verdade maior, eles fizeram uma plantação que só podia ser descrita como um milagre. Embora tenham sido os repolhos de quase vinte quilos que ganharam publicidade, os Caddy plantaram mais de 65 tipos diferentes de legumes e vegetais, 21 tipos de frutas e 42 tipos de ervas. E isso antes de eles resolverem plantar flores também.

Continuar lendo »

Jonas Yakamura - Mente em Transição
Com certeza você já ouviu falar em palavras mágicas, não é mesmo? ABRACADABRA, certamente foi a primeira delas. Mas não é esta a única palavra mágica existente. São poucas, na verdade; as que existem são suficientes para atrair para a sua vida toda a riqueza desejável por um mortal. O Poder dos Mantras são vários, todos estes para uma finalidade, cujo ao ser pronunciados geram um poder milagroso em todos os sentidos.
Mantra significa frase mágica que tem poder. Os tibetanos dedicados ao estudo das palavras de poder, nos legaram um mantra que você a partir de agora deve repetir a todo momento da sua vida.

Em qualquer lugar ou situação que se encontrar, repita este mantra. Quando estiver acordando, lembre-se de repetir em voz baixa este mantra. Quando não estiver fazendo coisa alguma, preencha seu tempo com a recitação deste mantra.

O mantra que você repetirá possui vibrações especiais que atingirão seus centros mentais superiores e despertarão energias incalculáveis.

Continuar lendo »

Jonas Yakamura - Mente em Transição
Durante o sono, a mente consciente fica desativada, permanecendo assim o subconsciente opto para receber sugestões. É neste ponto que podemos receber respostas que até então pareciam não existir. Então, o subconsciente, que tudo sabe, fica liberto, podendo ser conduzido a fornecer-lhe a resposta correta daquilo que o preocupa.
E isto é tanto mais provável quanto mais perfeitamente você usar as técnicas que sensibilizam a mente subconsciente. O subconsciente aprecia sobremaneira manifestar-se, durante o sono, em forma de simbolismos, de imagens, de figuras e dramatizações.


Os símbolos e as imagens e dramatizações são baseados nas suas experiências pessoais, por isso cada pessoa deve interpretar seus próprios sonhos de acordo com os arquétipos criados no arquivo da mente. Sonhar com cobra, por exemplo, para mim pode significar uma coisa, para você pode significar outra coisa e para seu amigo pode ainda significar outra coisa bem diferente.

Já existem métodos para você controlar os sonhos em seu benefício. Inicialmente você deve, por assim dizer, treinar seu subconsciente.

Faça assim: proponha-se lembrar de um sonho por noite durante uma ou duas semanas. Programe-se toda vez que for dormir: "Eu quero ter um sonho, eu vou ter um sonho e eu vou lembrar deste sonho". E durma.

Você acordará durante a noite, ou pela manhã, com a vívida lembrança de um sonho. Imediatamente escreva tudo o que se lembra do sonho num caderno.
Passadas duas semanas em que tudo vem ocorrendo normalmente, mude a programação dizendo que vai se lembrar de todos os sonhos. Ao acordar, escreva todos os sonhos de que se lembra. Isso durante quinze dias, ou mais. Terminada essa operação-sonho, você está em condições de conseguir a resposta do seu subconsciente para o problema que deseja solucionar.
O subconsciente se acostumou a obedecê-lo e continuará obedecendo as suas ordens.
Certo dia, eu estava conversando, num jantar, com a esposa de um médico e ela me contou que quando sonha com a mãe dela, já falecida, recebe um aviso.

"Há dias - contou-me ela - minha mãe me apareceu, num sonho, e me disse para olhar a mala da empregada. No dia seguinte fui olhar e achei a mala da empregada cheia de roupas de cama, que ela tinha roubado da minha casa."

Continuar lendo »