Como Detectar Mentiras - 18 Dicas

Jonas Yakamura - Mente em Transição
É fácil considerar o ato de identificar como “alguém” está mentindo simples, entretanto, há aqueles que mesmo não dizendo a verdade tende a “dificultar” um pouco o processo “achando” que poderá passar ileso. Quem nunca contou uma simples mentirinha para se safar de algo maior? É praticamente normal mentir, seja para se sobressair melhor na estória, não haver brigas como (dizer que certa pessoa não está muito bem com a balança) ou simplesmente para esconder a verdade.

Nos dias atuais é cada vez mais discutida a situação da honestidade, há aqueles que dizem não mentirem estando mentindo. Com tanta tecnologia, como os celulares, por exemplo, pode-se evitar o contato visual acabando que o “mentiroso” ganhando a melhor.

Todo nosso corpo nos entrega e revela algo oculto mesmo como “disfarçamos”.
Pode parecer simples esconder um sentimento triste mostrando um sorriso para “enganar” outra pessoa, no entanto, nossos traços principalmente do rosto nos entrega à verdade, são simples linhas ou rugas que demonstram o contrário do que se está dizendo.

Confira abaixo 18 dicas para detectar se alguém está mentindo:

A pessoa utilizará o humor como algo engraçado para mudar de assunto;

A pessoa utilizará as próprias palavras do ouvinte para afirmar suas mentiras;

A pessoa se tornará mais calma e relaxada como o acusador mudar de assunto;

A pessoa ficará com o corpo encolhido, provavelmente ereto, evitando contato físico por parte da pessoa durante a tentativa de convencê-lo;

Não haverá sincronismo do corpo com as palavras ditas;

O acusado poderá fazer pouco ou nenhum contato visual;

Se a pessoa que for acusada se manter calma e tranquila, provavelmente ela estará mentindo. Qualquer ser humano tende a ficar meio desesperado em uma acusação e tentará fazer algo para provar sua inocência, já um mentiroso se mostrará cauteloso com todas as palavras ditas tentando mostrar ao máximo controle da situação;

Deste o início até o fim da acusação, o mentiroso tende a engolir em seco. Isso ocorre como este pergunta para si mesmo: (-E agora, o que falo?);

A pessoa pode diminuir os movimentos do corpo, como dos braços. Sua expressão física será limitada e quando ocorre tende a parecer mecânico e rígido. O acusado ficará encolhido ocupando menos espaço;

10º A pessoa que “tentará” mentir, deixará de relatar ou usar palavras usualmente negativas em sua história;

11º O mentiroso continuará acrescentando informações nos relatos até se certificar de que o acusador se convenceu do que foi dito;

12º O mentiroso irá pedir para que você refaça a pergunta, como se não tivesse ouvido na primeira vez. Este é um ato do cérebro para pensar em uma resposta enquanto o acusador refaz a acusação ao mentiroso. Pode ocorrer também do mentiroso responder com uma resposta completamente diferente da pergunta feita;

13º A pessoa poderá demonstrar excesso de calor, suor, transpirar ou respirar com dificuldade;

14º Geralmente o mentiroso como está ficando sem saída tende a ficar com seu corpo e mãos trêmulas. Como o mentiroso esconde suas mãos, ele está evitando que sejam visíveis seu nervosismo e tremor incontrolável de suas mãos;

15º A voz do mentiroso pode falhar. Suas cordas vocais tendem a ficarem enrijecidos quando estão sob pressão, causando assim um tom (som) mais alto;

16º O mentiroso em determinado acusação ou em todo momento irá demorar em responder as perguntas ou responderá de forma lenta. A demora indica que ela está criando a desculpa e em seguida verificando se esta, é coerente ou não. A pessoa que está mentindo não consegue responder imediatamente a sua pergunta;

17º Suas mãos poderá se levada ao rosto, cobrir a boca, as orelhas, coçar a cabeça ou apoiar ao queixo. Indicando que se sente inseguro com a situação atual;

18º Seus olhos irão virar-se para a direita (caso seja destra). Pela PNL (Programação Neurolinguística) no momento deste ato dos olhos, o indivíduo está criando a “mentira”. Caso seja canhota a direção dos olhos serão para a esquerda;

Por Jonas Souza


Gostou? Compartilhe!